Cultura & Entretenimento

26 de fevereiro de 2024

Orquestra Sinfônica de Sorocaba dá início à temporada 2024 celebrando seus 75 anos

A Orquestra Sinfônica de Sorocaba (OSS), sob direção artística do maestro Eduardo Pereira, inicia em março a temporada 2024, celebrando seus 75 anos de história. O público poderá conferir o espetáculo “A Música Folclórica do Sudeste”, com solo do cantor Ca Júnior, no dia 1 de março (sexta-feira), às 20h, e no dia 3 de março (domingo), às 16h e às 19h, na Sala Fundec.

A OSS, administrada pela Fundação de Desenvolvimento Cultural de Sorocaba (Fundec), com a parceria da Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), é considerada hoje um Patrimônio Cultural Imaterial da cidade, por meio da Lei Municipal nº 12.808/2023.

O espetáculo “A Música Folclórica do Sudeste” faz parte da série criada originalmente pela Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), composta por cinco espetáculos temáticos que celebram a cultura popular das cinco regiões brasileiras. Neste mês de março, a OSS tocará o concerto dedicado às riquezas musicais da Região Sudeste, com arranjos sinfônicos criados especialmente para a série, que tem curadoria musical colaborativa da Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira em parceria com o maestro Eduardo Pereira.

Logo na abertura, é abordada musicalmente a diversidade cultural da região, explorando suas inúmeras influências, desde os povos indígenas até a cultura trazida pelos imigrantes. No primeiro bloco, dedicado ao folclore raiz, serão apresentadas as riquezas tradicionais de cada um dos quatro estados da Região Sudeste: a catira de São Paulo; o congo capixaba e o ticumbi do Espírito Santo; o catopé de Minas Gerais; e o jongo e as folias de reis do Rio de Janeiro.

O folclore urbano, representado pelo maxixe, o choro, o samba paulista e o samba carioca, ganharão espaço no segundo bloco, com músicas de Ernesto Nazareth, Francisca Gonzaga, Pixinguinha, Adoniran Barbosa, Nelson Sargento, entre outros. E o Carnaval toma conta do terceiro e último bloco, dedicado às festas populares, com sucessos como “Triste Madrugada”, “O Amanhã” e “Trem das Onze”, encerrando com “Aquarela Brasileira”. A apresentação será abrilhantada com um espetáculo audiovisual cedido pela Orquestra Sinfônica Brasileira à Fundec.

“Estamos profundamente gratos pela oportunidade de celebrar este momento histórico, com nossos queridos membros da comunidade e entusiastas da música em todo o mundo”, afirma Eduardo Pereira. “Este aniversário não apenas marca uma jornada extraordinária de conquistas musicais, mas também reafirma nosso compromisso contínuo de enriquecer a vida das pessoas através da música”, destaca o maestro.

Os ingressos já podem ser adquiridos a R$ 36 (inteira) e R$ 18 (meia), na sede da Fundec, de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 17h30, ou pelo site: https://fundecsorocaba.com.br/programacao/. A Fundec está localizada na Rua Brigadeiro Tobias, 73, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo WhatsApp: (15) 99669-2817 ou pelo telefone: (15) 3233-2220.

Sobre a OSS

Fundada em meados do século 20, a Orquestra Sinfônica de Sorocaba teve os maestros Benedito de Camargo e Nilson Lombardi como os seus primeiros regentes. A apresentação de estreia foi realizada no dia 3 de outubro de 1949, no Cine Teatro São José. Ao longo de sua história, a OSS teve também como regentes Pedro Cameron, Jonicler Real e Eduardo Ostergren, este último que, em 2021, assumiu o cargo de maestro emérito.

Atualmente, a orquestra tem como diretor artístico e regente titular o maestro Eduardo Pereira e realiza concertos regulares na cidade de Sorocaba e região, recebendo anualmente solistas e maestros convidados nacionais e internacionais, além de parcerias com importantes instituições culturais, como a Fundação OSESP, que permite levar a cultura sorocabana para grandes palcos como a Sala São Paulo, o Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, entre outros.

Em 2023, a OSS participou das gravações do primeiro filme da Brasil Paralelo, “Oficina do Diabo”, levando o nome de Sorocaba para todo o Brasil e o mundo, nas telas dos cinemas.

Para comemorar este aniversário significativo, a Orquestra Sinfônica de Sorocaba está preparando duas séries de concertos: “Nilson Lombardi” e “Benedito Camargo”. Ambas homenageiam a trajetória da OSS e incluirão performances exclusivas, colaborações emocionantes e iniciativas educacionais destinadas a inspirar a próxima geração de músicos, bem como amantes da música. O público poderá esperar convidados renomados, como o maestro João Rocha, Fabio Zanon, John Boudler e solistas variados com violino, piano, canto, percussão e muito mais.

Array